BEM-VINDO AO BLOG LINGUAGEM, LITERATURA E ARTE

FRUI CARPE LECTIO

Bem-vindo ao Blog Linguagem, Literatura e Arte! O blog com conteúdo exclusivo e envolvente. Explore todo o site e o conteúdo que oferecemos. Através do Linguagem, Literatura e Arte buscamos despertar paixões pela literatura e estética brasileiras.

 

Lusco-fusco, em dialógo com Clarice

Caminhava incessante, duas, três milhas, os pés queimavam, suas pernas curtas o tornavam ainda mais perto da calçada flamejante, sua barriga comprida destoada pelo nanismo do pedigree. Não havia vontade naquele ser, apenas era abruptamente guiado. Não havia singeleza, doçura ou candura na mulher, o pequeno ser chamejava insólito à vontade alheia. Por um instante, parou sob uma roseira esquelética, quase sombra. Uma brisa suave perambulante invadira suas longas orelhas vermelh

Histórias de assombração

A loira do cemitério - parte II Toda vez que ouvia uma história que envolvia lendas urbanas ou folclore ficava intrigada. Será que tem um fundo de verdade? O que nos acontece depois que morremos? Os adultos tinham sempre uma resposta simples que não me contentava: - Vamos para o céu. Às vezes os adultos diziam, principalmente, aqueles que acreditavam em fantasmas: - Se estivermos prontos, vamos para o céu, mas se não... ficamos por aqui até resolvermos as pendências. - Sincer

Histórias de Assombração

A loira do cemitério Durante minha infância, escutei muitas histórias que me davam pavor. Porém, havia uma que era aterrorizante até para os adultos, imagine para uma criança. Esta história é sobre o fantasma de uma moça loira que vagava perto do cemitério. Cresci no Bairro Riacho, em Contagem, MG. Era um bom lugar, menos pelos fantasmas. Lá perto tinha um cemitério muito estranho, dava medo só de passar perto durante o dia. Reza a lenda, que a loira era uma jovem muito bonit

 

Formulário de inscrição

Obrigado pelo envio!