Como aprendo a escrever?

Antes de aprender a escrever, eu me expressava, desenhava, até bem. A palavra escrita não era minha amiga, entre tapas na mesa e lágrimas, aprendi a puxar o “a”, porém não expressava. A leitura era rasteira, vagarosa e pesada até minha primeira década. Minha vida das letras começou a mudar com uma professora apaixonada pelas linhas, parágrafos, versos e estrofes. Também por alguns livros que meus pais me deram a ler como meta de férias. Ah! Como sou grata. Saí da escrita pesarosa à prazerosa! Das linhas rabiscadas vão surgindo outras mil mais serenas e talvez mornas. Estudo, leio, escrevo. Uma lista, uma atividade, uma aula, mas saio da jaula. Estudo mais, leio muito, agora os grandes e os pequenos, de muitas histórias e estórias me inspiro. Labuto o trabalho da leitura escrita até um dia... quem sabe? Apreendo a escriturar a leitura escrita.



25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo